Indicações e contra-indicações dos tratamentos termais

Não podemos aqui, evidentemente, fazer um estudo exaustivo de todas as doenças possíveis de serem atenuadas, senão de serem sanadas pelos tratamentos hidrominerais. N

Faremos, contudo, um breve apanhado das principais indicações da crenoterapia e de suas contraindicações.

Indicações dos tratamento termais

Os tratamentos termais, no conjunto, são indicados tanto para doentes que sofrem de afecções orgânicas como para os que têm distúrbios funcionais:

  1. nos casos de doenças orgânicas, delas irão beneficiar-se tanto os convalescentes de afecções agudas como os de hepatites virais, flebites ou crises reumáticas. Para os doentes atingidos por doenças crônicas – como distúrbios bronco pulmonares, arteriais, circulatórios ou articulares – o tratamento termal, se não tiver influência sobre as lesões anatômicas irreversíveis, trará, contudo, melhoras sensíveis no plano funcional. Ainda mais se às aplicações de água mineral, vierem unir-se aos benefícios de outras técnicas fisioterápicas, re-educativas e dietéticas.
  2. nos casos de distúrbios funcionais, as indicações do tratamento termal são infinitamente mais vastas, quer se trate de distúrbios hepato-vesiculares, urinários, digestivos, nervosos, endócrinos ou alérgicos.

De qualquer modo, as aplicações de águas termais revelam-se uma boa terapêutica auxiliar em grande número de casos, e vêm completar com sucesso a ação de outros tratamentos, sobretudo se esses forem naturais.

Foto mostrando piscina de tratamento termal

Águas termais ajudam no tratamento de várias doenças

Contra-indicações dos tratamentos termais

Acontece com as águas minerais o mesmo que com todas as outras aplicações terapêuticas: elas têm contra-indicações que é preciso saber respeitar e, portanto, conhecer.

É evidente que não se enviará para uma estação termal um doente em plena evolução patológica aguda (salvo em caso de crise de eczema, que é a única exceção). Nesta eventualidade, deve-se esperar o início da convalescença. Ela também não será aconselhada aos indivíduos que sofrem de hipertensão arterial séria, com insuficiência renal, aos cardíacos com edemas, aos que sofrem de cirrose e são portadores de ascite, e às vítimas de acidentes cerebrais recentes.

Aqui, como no caso das indicações, o clinico é o único juiz.

Voltar ao índice de Hidroterapia

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *